Cirurgia DE LIPOASPIRAÇÃO - Indicações E Riscos

Cirurgia DE LIPOASPIRAÇÃO - Indicações E Riscos


A lipoaspiração, assim como chamada de liposucção, é um procedimento cirúrgico que consiste pela remoção de tecido gorduroso de áreas específicas do organismo, como barriga, nádegas, quadris e coxas, por intervenção de uma técnica que usa sucção. A lipoaspiração não é um procedimento que visa o emagrecimento, porém sim a remoção de gordura localizada, principalmente aquelas resistentes a dietas e exercícios. Por esse texto falaremos um pouco das indicações, dos riscos e das técnicas de lipoaspiração.


Como é feita a lipoaspiração? A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico que precisa ser consumada exclusivamente por cirurgiões plásticos, devendo ser realizada em centro cirúrgico habilitado com anestesia. Antes da operação, o cirurgia plástico irá marcar com uma caneta as áreas que serão abordadas com liposucção. É possível que o teu médico peça por ti permanecer em pé parcialmente sem roupa para que ele possa fazer as marcações corretamente. A anestesia para a lipoaspiração poderá ser regional (peridural ou raqui) ou geral, dependendo da quantidade de gordura que se pretende retirar (leia: ANESTESIA GERAL | Como tem êxito e quais os riscos).


A anestesia geral também é utilizada quando se deseja lipoaspirar segmentos mais superiores, como braços e localidade submentoniana, e principalmente, quando a lipo é associada a outra operação, por exemplo mamoplastia ou rinoplastia. Referência de pesquisa: https://necessitae.com/detophyll/Uma vez que o paciente acha-se anestesiado, o procedimento podes ser iniciado. A lipoaspiração é feita com a colocação de uma fina cânula, aparelho cilíndrico oco de metal, por intermédio de pequenos incisões na pele em direção à camada de tecido adiposo (tecido de gordura). A cânula da lipoaspiração fica conectada a um equipamento que cria vácuo pra almejar a gordura.


Quando a cânula entra na camada de gordura subcutânea, ela causa traumas no mesmo, soltando as gorduras e facilitando sua aspiração para fora do corpo humano. O que eu expliquei acima é o início essencial da lipoaspiração. Na atualidade existem variações dessa técnica que permitem uma aspiração mais eficiente e menos traumática de gordura. A técnica infiltrativa, assim como chamada de lipoaspiração tumescente, é nos dias de hoje a mais usada e consiste na injeção, pela gordura que será lipoaspirada, de uma solução composta por soro, análogos da adrenalina e, em alguns casos, anestésicos locais.


Esta solução, além de descomplicar a aspiração da gordura, bem como circunstância uma constrição dos vasos sanguíneos, diminuindo a ocorrência de sangramentos e edemas. A lipoaspiração ultra-sônica envolve uma cânula capaz de emitir energia ultra-sônica pra “derreter” a gordura, facilitando sua remoção. A técnica com ultra-som podes ser utilizada em conjunto com a técnica infiltrativa. Apesar de parecer mais efetiva na suposição, esta técnica oferece outras desvantagens como a indispensabilidade de incisões maiores, maior risco de lesões internas, maior gasto e superior tempo de procedimento.


A lipoaspiração à Laser é idêntico, só que em vez de usar ultra-som, usa energia do Laser pra quebrar as gorduras. Nos dias de hoje não há evidências que essas duas técnicas sejam superiores à lipoaspiração infiltrativa isolada. A vibrolipoaspiração é uma outra variante, consiste em uma cânula que produz rápidos movimentos para frente e pra trás, facilitando a quebra de gordura e tua aspiração.



  • 1 a 2 folhas de couve previamente higienizada

  • um colher (de sopa) de arroz integral

  • Superior controle dos músculos e dos movimentos

  • http://www.twitpic.com/tag/dietas
  • Assistência pela dieta



No final das contas, a lipoaspiração tumescente é a mais utilizada, podendo ou não ser associada a outras técnicas. E a técnicas chamadas de minilipo, hidrolipo, lipolight? Estes procedimentos são muitas vezes comercializados como variações mais seguras e com menos riscos que a lipoaspiração, o que é uma balela. A minilipo ou a lipolight são, como por exemplo, somente uma lipoaspiração em que se retira menor quantidade de gordura. No fundo, apresentam as mesmas indicações e riscos. Não aceite ser operado(a) por médicos não especializados em operação plástica sob a argumentação de que estes procedimentos são mais fácil, podendo ser realizados por outros profissionais.


Temos um texto em que abordamos esses tipos de operação plástica com mais fatos (leia: LIPOASPIRAÇÃO | HIDROLIPO, MINI LIPO e LIPOLIGHT). A localidade submetida a lipoaspiração pode permanecer bastante dolorosa e expor edemas e equimoses (manchas roxas). O cirurgião plástico pode assinalar o exercício de uma cinta pra modelar o organismo e cortar o edema. A cinta costuma ser utilizada ininterruptamente por por volta de um mês, podendo ser retirada só pela hora do banho.


detophyll

Logo após a cinta é utilizada só à noite, pela hora de dormir, por mais um mês. O paciente poderá e precisa andar de imediato no primeiro dia de pós-operatório para conter o traço de tromboses nas veias dos membros inferiores. O retorno ao trabalho costuma ser liberado depois de um semana. O período para retirada dos pontos assim como costuma ser de sete dias. Atividades físicas apenas depois de 1 mês, pelo menos. Quais são os bons candidatos a lipoaspiração? Como neste instante referido no começo do texto, a lipoaspiração não deve objetivar a perda de calorias.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *